Sobre

Nadam Guerra é Artista
Nasceu no Rio de Janeiro, 1977.

Cria obras em texto, vídeo, objeto, jogo e performance. Se interessa pelas conexão entre arte e magia ou em como a imaginação se torna vida. Quer salvar o mundo, mas se não der pelo menos vamos viver isso intensamente.

Em 2003 criou com Domingos Guimarães o Grupo UM, lançando o Manifesto UM pelo fim das fronteiras entre artes e organizando esculturas imateriais, teatros abstratos, humanogravuras e chanchadas conceituais.

Em 2006 funda com um grupo Ecovila Terra UNA na Serra da Mantiqueira, MG inventando um lugar onde a gente e a natureza feliz vivam sempre em comunhão e uma residência que já recebeu mais de 140 artistas.

Entre 2008 e 2011 materializou sonhos de 50 pessoas em placas de cerâmica e criando com elas um tarô autoral. A série foi retomada em 2014 (e está no blog).

Em 2010 inicia com Michel Groisman o DESMAPAS criando o Caminhozinho, um jogo em que o público é o tabuleiro.

Nadam vem tentando a muitos anos em vídeos e performances ao vivo ser outra pessoa ou coisa. Em 2012 começa assumir heterônimos como Juca Amélio, Aline Elias, Euclides Terra e Leo Liz que realiza a Composteira de Arte.

Em 2014 inicia a pesquisa sobre a cerâmica popular de Caruaru iniciando a série da Virgem do Alto do Moura, que inclui textos, vídeos, objetos de cerâmica, perfomances, procissões religiosas e outros desdobramentos improváveis.

Estudou Teatro (UniRio). Fez mestrado e doutorado em Artes na UERJ. Sua tese “Como Tornar-se um Artista Mago” está virando um canal no youtube.

Professor na EAV Parque Lage desde 2008. Psicografou o livro “Os 12 passos da Virgem do Alto do Moura” (2014). Publicou o tarô Materializador de Sonhos (2012) e os livros Rupestre Contemporâneo (2013) e Complexiótica (2001).